Textos postados em fevereiro, 2012

ALIMENTOS ENLATADOS: É POSSÍVEL FAZER PARTE DO SEU CARDÁPIO?



29/02/2012

Eles são práticos e acessíveis. Em todos os supermercados existe uma infinidade de opções, desde frutas e vegetais a refeições completas, tudo prontinho para ser consumido. A facilidade é tentadora. Mas existe risco em consumir esses alimentos? Ameaças à saúde existem, sim. Algumas bem graves até, como botulismo e problemas intestinais. No entanto, os enlatados não precisam ser eliminados da sua dieta e nem serem vistos como vilões. Tomando alguns cuidados estes alimentos podem ser consumidos sem riscos.

Todo cuidado com o envase e o acompanhamento dos alimentos enlatados na linha de produção faz com que as principais vantagens desses alimentos em relação às outras embalagens sejam apresentar um tempo de validade acima da média normal, redução do custo com embalagem secundárias, como caixas; e melhor proteção para o produto final. A lata de aço permite um processamento térmico em maiores temperaturas, assegura alto vácuo, tem elevada resistência mecânica, é inviolável e não necessita de adição de nenhum conservante químico. Portanto, ela mantém os alimentos por longos períodos sem alterar suas características.

Cuidado na hora da compra

- Latas estufadas são sinais de perigo. O invólucro se deforma quando os alimentos ali contidos já estão em processo de fermentação de micro-organismos e, portanto, não pode ser consumido;

  • Prefira os alimentos que foram cozidos à vapor. O método necessita de menos substâncias que podem causar alergias. Os alimentos que passam por processos de industrialização precisam ser usados com cautela. Boa parte deles possui sal em excesso - item que apesar de proporcionar mais sabor ao alimento, retém líquido no corpo, além de causar aumento da pressão arterial.
  • Atenção extra às latas amassadas. Este tipo de acidente na embalagem pode prejudicar a qualidade do alimento. O material que constitui a lata quando partido pode se misturar com o produto armazenado. Outro problema ligado às latas amassadas é que elas podem conter furos, o que pode deixar os alimentos expostos à luz, umidade e a poeira acumulada em prateleiras.
  • Atenção no consumo

Milho e ervilha são alguns dos alimentos que deixam as receitas mais coloridas e ajudam a tornar os pratos mais leves e ricos em nutrientes. Para que o resultado final de determinado card[apio seja saudável, é importante prestar atenção em alguns procedimentos.

  • Antes de abrir uma lata, lave-a bem para evitar contaminação. Água e bucha, reservada apenas para isso, formam uma dupla poderosa na hora de higienizar.
  • Ao retirar o produto de uma embalagem, deixe-o escorrendo por, pelo menos, 10 minutos. Esta simples atitude ajuda a diminuir a quantidade de conservantes e aditivos químicos que ficaram no alimento. E, claro, não utilize na receita a água na qual a comida esteve armazenada. O líquido está cheio de compostos.

 

 

 

O processo

O alimento é colhido na fazenda e depois é armazenado. Na armazenagem, o alimento é selecionado, lavado, descascado e cortado. Depois, passa pela auto-clave onde é cozido e resfriado dentro da lata. Após ser embalada, a lata é destinada para a distribuição.

Da distribuição é direcionada para os supermercados. Dos supermercados, por fim, vai para a mesa do consumidor.

Então, essa questão do botulismo causado por alimentos enlatados é um mito completamente infundado, pois conforme profissionais do setor, o envase na lata precisa seguir todas as normas de higiene e saúde alimentar.

Além disso, informações do Ministério da Saúde confirmam que os enlatados são as opções que menos causam problemas alimentares. Entre 1999 e 2009 foram registrados 152 casos suspeitos de botulismo no País, dos quais 60 foram confirmados, sendo 58 deles de botulismo alimentar.

Os alimentos mais envolvidos são as conservas vegetais artesanais, os produtos cárneos cozidos, os curados e os defumados de forma artesanal, queijos e pastas de queijos. Dos casos de botulismo alimentar confirmados, apenas um terço está relacionado às conservas industrializadas, sendo 65% deles causados por conservas caseiras ou produtos de padarias e restaurantes. É importante ressaltar que as conservas artesanais nunca são embaladas em lata de aço, pois o aço requer processo industrial sofisticado.

Mas todos sabem que o consumo de produtos fora do prazo de validade não é recomendável. Em produtos vencidos podem ocorrer perdas ou alterações de sabor do produto e reações químicas indesejáveis, que podem trazer algum dano à saúde do consumidor. Por isso, as empresas buscam armazenar e estocar os alimentos enlatados em locais secos, frescos e arejados.

As latas de aço vêm conquistando cada vez mais espaço no mercado de alimentos por iniciativas para assegurar características próprias para consumo, pela qualidade, segurança, imagem em prateleira e isolamento.

Hoje, o envase dos alimentos em lata garante a naturalidade e resistência, sendo fonte de saúde. Mas claro, para uma dieta equilibrada você também precisa comer alimentos frescos, de preferência orgânicos.



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

Nirvana e Tatiana Magalhães



29/02/2012



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

Jardins Comestíveis



29/02/2012



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

Conhecendo seu corpo!



29/02/2012



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

Esfoliação e banho aromático no Nirvana SPA!



29/02/2012



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

Outono: momento de mudança e renovação



29/02/2012



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

O LADO A DA BATATA



27/02/2012

Ela sempre foi vista como calórica e pouco nutritiva. Mas estudos mostram que ela esconde muitos atributos, inclusive de prevenir doenças. A Batata, uma delícia que é acompanhamento perfeito para vários pratos, desde bacalhau a carne, peixe e frango, tem baixo teor de gordura.

Rica em carboidrato a batata  contém vitaminas do complexo B e vitamina C, fósforo, ferro, potásio e cálcio. Ao natural, 100 gramas possui, em média, 65 calorias. Porém, quando frita este número cresce bastante.

Uma das proteínas mais abundantes na batata, a patatina,  ajuda a formar a membrana celular, mantendo-a íntegra e age como antioxidante. Ou seja, anula a ação dos radicais livres, moléculas instáveis de oxigênio que atacam as células.

Pode soar a exagero, mas por baixo da casca esconde-se uma pequena farmácia. Uma substância que merece ser destacada é a quercetina, antioxidante capaz de inibir o crescimento de tumores de mama. A batata apresenta também quantidades apreciáveis de triptofano e lítio, que agem nos quadros de depressão.

O tipo mais comum de batata é a inglesa, vendida nos supermercados. Ela se divide em subtipos com tamanhos diferentes, mas todos têm qualidades nutricionais semelhantes. E há ainda outras espécies que, apesar de pertencerem a famílias distintas, são parecidas no formato e nas virtudes nutricionais com a inglesa. É o caso da batata-doce, da vermelha e do yacon.

A batata, seja qual for o tipo, é rica em carboidratos. Por isso o ideal é não combiná-la com outras fontes, como o arroz ou o macarrão, pois a mistura fica muito calórica. Cuidado, também, com os molhos e os complementos, capazes de torná-la ainda mais “gorda”, assim como o modo de preparo. Os pratos mais saudáveis são os feitos com a batata cozida ou assada.

O comum é descascá-la antes do preparo, mas é na casca que mora a maior parte das fibras. Por outro lado, ela também guarda agrotóxicos, caso o produto não seja orgânico. Para retirar ao menos parte do veneno, é bom escovar bem o tubérculo.

Manchas verdes na casca resultam de uma substância chamada solanina, produto de uma reação natural do tubérculo com a luz. É bom removê-la porque pode causar diarréia. Depois de preparado o prato, não importa a receita, nada de levá-lo ao freezer. A batata é composta por 80% de água. Durante o congelamento, a água se separa da parte sólida. E aí, ao aquecer o prato, surge como resíduo um caldo estranho e sem sabor.

A batata também auxilia no combate à tosse (xarope de batata), na cura à dor de estômago (batata ralada e coada), na eliminação de dor de cabeça e irritações na pele (aplica-se rodelas de batata crua no local) e previne cãibras, por ser um alimento rico em potássio.

MODOS DE PREPARO 

ASSADA
É uma das formas mais saudáveis, desde que você use pouco óleo e não retire a casca. É ideal para acompanhar carnes.

FRITA
É o modo menos recomendável de preparo, porque a alta temperatura produz substâncias que fazem mal. O melhor é assar as batatas pré-cozidas em vez de fritá-las.

COZIDA
Deve ser preparada com a casca bem lavada, pois ela funciona como uma barreira contra a saída dos nutrientes. Pode ser usada em saladas e purê.

CRUA
A batata precisa do calor para amolecer e perder a piretrina, substância que pode causar náusea. A exceção é o yacon, que deve ser comido cru.

BENEFÍCIO

Na hora de cozinhar, é preciso deixar a batata inteira, sem cortá-la e cobrir com água o suficiente, até cozinhar por completo para manter seus nutrientes intactos,. A água do cozimento pode ser aproveitada: além de muito nutritiva, ela também ajuda a dissolver e expulsar substâncias venenosas do aparelho digestivo

A Batata possui inibidores da protease, anticancerígenos, alto teor de potássio, além de prevenir pressão alta e derrames, também possui o benefício de ser relaxante muscular e remineralizante.

- O suco fresco da batata é muito eficaz contra a azia e protege contra úlceras gastroduodenais e do estômago.

- A Batata crua e ralada, combate infecções, picadas de insetos e quaisquer irritações da pele.

- A Batata Cozida, amassada e em aplicações quentes, ajuda a amadurecer furúnculos.

- Rodelas de batata crua sobre a testa podem eliminar dores de cabeça.

- A Batata doce é fonte de antioxidante betacaroteno associada à prevenção de doenças cardíacas, catarata, derrame e diversos tipos de câncer.

- A Batata ajuda a reduzir a tensão arterial, previne a prisão de ventre, mantém os níveis de Açúcar, promove a saúde alimentar,
auxilia o sistema nervoso, ajuda à saúde cardiovascular e aumenta a performance atlética

RECEITAS

Batata Light

ingredientes

  • 1kg de batata
  • 1 pote de requeijão light
  • 1 pote de iogurte natural
  • 1 caldo de legumes em pó
  • páprica picante
  • pimenta calabresa
  • curry em pó
  • salsinha
  • queijo ralado
  • sal

modo de preparo

Fatiar as batatas em rodelas médias. Cozinhar as batatas com o caldo de legumes e um pouco de sal. Reserve.

Preparar o molho com o requeijão e iogurte misturando bem em fogo baixo.

Temperar com a pimenta, o curry e a páprica a gosto.

Colocar as batatas em um pirex de vidro e cobrir com o molho. Salpicar de salsinha e queijo ralado e colocar no forno para gratinar.

Fica leve, mas com um sabor marcante.

Purê de Batata Light

Ingredientes

- 6 batatas inglesas descascadas

- sal a gosto

- 1/2 xícara (chá) de leite desnatado quente

- 2 colheres (sopa) de margarina light

Modo de Preparo: Em uma panela, cozinhe as batatas com água
suficiente e sal. Escorra-as. Ainda quentes, passe por
um espremedor. Coloque em uma panela, as batatas
espremidas, o leite e a margarina. Deixe cozinhar, mexendo bem para não grudar no fundo da panela. Sirva quente.

Salada de batata light ao molho de mostarda

Ingredientes

1 kg de batatas-bolinha com a casca

100 g de iogurte natural natural desnatado

80 g /3 colheres (sopa) de maionese light

1 colher (sopa) de mostarda em grãos

cebolinha francesa para decorar

pimenta-rosa em grãos para decorar

Sal a gosto

Modo de Preparo

1.    Com a ajuda de uma escovinha, lave muito bem as batatas sob água corrente.

2. Numa panela média, coloque água e leve ao fogo alto para ferver. Acrescente as batatas, o sal e deixe cozinhar por cerca de 30 minutos ou até que as batatas fiquem macias.

3. Retire as batatas do fogo e escorra a água. Transfira as batatas para uma tigela grande com água fria e deixe até que esfriem. Escorra a água.

4. Numa tigelinha, junte o iogurte, a maionese light e a mostarda em grãos e misture muito bem. Tempere com sal e pimenta-rosa.

5. Acrescente o molho às batatas e misture bem. No momento de servir, pique a cebolinha francesa em pedacinhos bem pequenos. Polvilhe as batatas com a cebolinha picada e, se preferir, com grãos de pimenta-rosa. Sirva a seguir.



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

CANSAÇO SEM FIM



24/02/2012

Se você tem se sentido muito cansada, desanimada, sem vontade de sair da cama e com dificuldades para se concentrar e se relacionar com outras pessoas, tendo dores de cabeça e febre constante, você pode estar sofrendo de uma doença que acomete muitos brasileiros. Extremamente silenciosa e de difícil diagnóstico, a síndrome da fadiga crônica, é caracterizada pela presença inexplicável de cansaço por um período de meses, associada a sintomas como dores de cabeça, dores pelo corpo e nas articulações, distúrbios de memória e insônia, transformando a vida do doente em um caos completo.

Confundida com outras enfermidades, como depressão ou problemas psicológicos, e de pouco conhecimento do público, a síndrome da fadiga ainda é um mistério para os médicos, pois na maioria das vezes ela se instala silenciosamente, após um episódio de resfriado, gripe, sinusite ou outro processo infeccioso. Por razões desconhecidas, a infecção vai embora, mas deixa em seu rastro sintomas de indisposição, mal-estar e fraqueza muscular que melhoram, mas retornam periodicamente em ciclos, durante meses ou anos.

Obesidade, depressão, uso de drogas e álcool, além de distúrbios do sono também são motivos que levam ao cansaço e à desmotivação para enfrentar o dia-a-dia. No entanto, descartadas essas opções, é preciso considerar a hipótese da síndrome da fadiga. Seus portadores são obrigados a diminuir suas atividades normais e alguns ficam confinados à cama por semanas ou meses.

Por que a pilha fica fraca?

1.Diabete
Como a principal marca da doença é a dificuldade de o açúcar entrar nas células, seja pela falta de produção de insulina, seja pela incapacidade desse hormônio de trabalhar, a glicose no sangue se eleva, e a glicemia alta faz o indivíduo urinar mais, emagrecer e perder massa magra. Por isso, é comum diabéticos terem cansaço muscular.

2.Anemia
A escassez de ferro não tem como sinal único a pele pálida, e a fadiga é uma de suas características predominantes. A anemia pode causar cansaço, sono, desânimo, queda de cabelos e até mesmo falta de ar. Nas mulheres é um fenômeno mais recorrente durante a menstruação, quando a perda de sangue aumenta o déficit de ferro no organismo.

3.Apneia
O popular ronco destrói a qualidade do sono do indivíduo. ele é duas vezes mais frequente nos homens do que nas mulheres e, por se distinguir pela interrupção da passagem do ar pela garganta, provoca o ruído e despertares breves durante a noite. Essa inconstância durante o repouso noturno pode ter como consequência uma leseira sem hora para acabar no dia seguinte.

4.Depressão
Vigor abaixo de zero é um traço de quem padece desse problema. Apesar de ser uma doença de origem psíquica, a depressão mina a disposição física. Nela, ocorre um processo inflamatório dentro dos neurônios que atrapalha seu funcionamento, e isso acaba gerando o cansaço.

 5.Fibromialgia
Essa síndrome aflora a sensibilidade para a dor. Estima-se que apenas um homem a cada oito mulheres apresenta a doença, que tem raiz genética, podendo passar de mãe para filha. As dores constantes levam à debilitação.

 6.Doença cardíaca
Piripaques no peito também estão na lista dos motivos por trás de uma letargia. O coração problemático não bombeia direito o sangue para todos os órgãos, com isso, eles tendem a entrar em falência.

7. Distúrbios da tireóide
Os hormônios tireoidianos são vitais para manter o metabolismo aceso. Uma característica comum entre o hipertireoidismo, quando a tireóide trabalha demais, e o hipotireoidismo, situação em que a glândula fica lenta, é a apatia total.

8.infecções
Além da febre, outro sinal que deve ser notado nesses casos é a diminuição, por assim dizer, da vitalidade. Seja naquela gripe passageira, seja em um quadro mais severo, como a hepatite, a pessoa fica enfraquecida, em maior ou menor grau.

Alimentos que combatem a fadiga:

Alface – Ótima para amenizar a irritação. O talo tem lactucina – substância que funciona como calmante. Além disso, é rica em fosfato e a falta desse elemento no organismo causa depressão, confusão mental e cansaço.

Banana – Essa fruta diminui a ansiedade e ajuda a garantir um sono tranqüilo. Ela conta com esses benefícios por ser rica em carboidratos, potássio, magnésio e biotina. A banana oferece também bastante energia ao organismo porque possui vitamina B6. Só não exagere no seu consumo, pois tem muita frutose e pode acabar aumentando os números da balança.

Espinafre – Contém potássio e ácido fólico, que previnem a depressão. Ainda, conta com magnésio, fosfato e vitaminas A, C e do complexo B, que ajudam a estabilizar a pressão e garantem o bom funcionamento do sistema nervoso.

Frutos do mar – Têm zinco e selênio que agem no cérebro, diminuindo o cansaço e a ansiedade. Também são boas fontes de proteína e gordura saudável como, por exemplo, o ômega 3, que é essencial para o trabalho regular do coração. Só não exagere, pois estes são ricos em colesterol.

Jabuticaba – Essa fruta é composta de ferro – que combate a anemia – e vitamina C, que aumenta as defesas do organismo. Suas vitaminas do complexo B agem como antidepressivos. A jabuticaba tem grande quantidade de carboidratos, que fornecem energia e, por isso, reanimam. Para que não prenda os intestinos, a cada 10 ingeridas, mastigue e coma uma com casca.

Laranja – Abundante em vitamina C, cálcio e vitaminas do complexo B, a laranja auxilia o sistema nervoso a trabalhar adequadamente. O cálcio, presente em sua composição, é relaxante muscular e combate o estresse. Essa fruta ainda é energética, hidratante e previne a fadiga. Opte por consumir a laranja em pedaços ou gomos, e evite tomá-la como suco. A fruta é rica em fibras (principalmente a pectina) que são muito benéficas aos intestinos.

Ovos – Os nutrientes dos ovos que garantem o bom humor são a tiamina e a niacina (vitaminas do complexo B), ácido fólico e acetilcolina. A carência deles pode causar apatia, ansiedade e até perda de memória. Duas unidades por semana é uma porção bastante saudável.

Uva – Essa fruta tem boa quantidade de vitaminas do complexo B, que colaboram no funcionamento do sistema nervoso. A vitamina C e os flavonóides da uva são antioxidantes, que retardam o envelhecimento da pele e ajudam a combater o colesterol. Além disso, é energética.

 



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

Curta o pós-folia!



22/02/2012

A festa mais agitada do ano acabou, mas as lembranças dos dias de folia ainda ficam por uns dias. A ressaca promete continuar até a próxima segunda-feira, afinal a agenda de blocos continua. Para que a energia não acabe antes do fim da festa, nada melhor do que tomar alguns cuidados com a alimentação e a hidratação, afinal de contas, por mais que não se perceba, o esforço é intenso e exige muito das condições físicas.

Como se sabe, as bebidas mais consumidas nesta época são as alcoólicas e, com a desculpa de que “tudo é festa”, as pessoas tendem a exagerar. Além de passarem horas sem se alimentar, abusam do álcool, gerando os tão famosos sintomas de náuseas, vômitos, dor de cabeça e desmaios. Então moderação e cuidados são necessários para a que a festa seja aproveitada ao máximo.

Tome nota de cuidados para esse pós-folia:

Para os que exageraram, este é o dia da ressaca! Para melhorar os sintomas de mal estar, nada melhor do que:

- Repousar bastante.

- Tomar muita água e suco de frutas durante todo o dia, já que o álcool pode levar a uma desidratação e queda dos níveis de glicose.

- Beber chás, como por exemplo, o chá de carqueja, que apresenta propriedades protetoras do estômago e do fígado; ou o chá de boldo, que facilita a digestão e ajuda na recuperação do fígado e da vesícula biliar.

- Consumir uma alimentação leve e rica em carboidratos, com muitas frutas e verduras. Dê preferência às sopas e caldos, evitando, principalmente, alimentos muito gordurosos.

- Manter uma alimentação rica em fibras para melhorar o trânsito intestinal.

Abaixo vai uma lista de suplementos e acessórios que cabem em qualquer mala ou mochila, para que você possa curtir numa boa esse final de Carnaval:

Barras Energéticas: Pular carnaval exige muita energia. Portanto, é essencial carregar sempre alimentos práticos e saudáveis que sejam capazes de manter sua energia lá em cima. As barras energéticas são excelentes para aumentar seus níveis de energia, pois são ricas em carboidrato, o combustível ideal para nosso corpo.

Barras de Proteína: Se você não quer perder a massa muscular que ganhou até o carnaval, as barrinhas de proteína são muito úteis e práticas. Com elas você fornece as proteínas que seus músculos precisam para se manterem. Sem proteína seu corpo vai acabar usando seu tecido muscular como fonte de energia, num processo de catabolismo. Você não quer perder os músculos que ganhou a custa de muito suor, não é?!

Energéticos em Gel: Os energéticos em gel são excelentes fontes de energia que não pesam no estômago e poderão ajudar você a manter seu rendimento e disposição durante o carnaval. Super práticos de serem levados para qualquer lugar, os energéticos em gel são ideais também para repor os sais minerais perdidos no suor.

Guaraná: Ao acordar, depois de toda agitação da noite anterior, você precisará de energia para dar aquela despertada. O guaraná é indicado para este momento. Depois de tanto se divertir é comum que você sinta um pouco de fraqueza e cansaço, o que leva à fadiga. Utilize guaraná para manter um bom funcionamento do sistema cardiovascular, do sistema nervoso central e aliviar a fadiga.

Ready-to-Drinks: Ideal para quem não quer perder nenhum minuto de folia, os suplementos ready-to-drink são shakes já prontos para beber. Encontrados em embalagens práticas, podem ser consumidos a qualquer hora e em qualquer lugar. Os ready-to-drinks podem ainda substituir refeições de forma muito prática e saborosa.

Sports Drinks: Todo mundo sabe da importância de se hidratar durante o carnaval. Os sports drinks maximizam a absorção de fluídos e aumentam a performance, ajudando principalmente na reidratação do corpo depois de muito suor. São fáceis de preparar e levar. Dica: armazene em uma garrafinha ou shaker, dissolva na água e carregue para onde quiser.

Multivitamínicos: Com o esforço que fazemos durante os dias seguidos de muita festa, a necessidade de ingerir vitaminas e minerais se torna muito maior do que se estivéssemos levando uma vida sedentária. Esses suplementos à base de vitaminas e minerais ajudarão você a se manter saudável durante o carnaval e também aumentarão sua energia durante o período de folia.

Garrafas de Hidratação: Permitem que você carregue o seu líquido mantendo a temperatura de sucos, isotônicos, água e outros. Além de tudo as garrafas têm ilustrações e modelos diversos que combinam com vários estilos. Escolha a que tem a sua cara e hidrate-se.

Shaker/Squeeze: Os shakers são ideais para preparar sua bebida ou alimentos energéticos e os squeezes são perfeitos para carregar sua água ou sucos. Ambos são muito leves e práticos. São boas opções para quem não abrirá mãos de se cuidar nem durante toda curtição do carnaval.



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.
 

FITOTERÁPICOS E DEPRESSÃO



15/02/2012

A depressão é uma palavra frequentemente usada para descrever nossos sentimentos. Todos nós temos dias que nos sentimos “para baixo” ou de alto astral, isso tudo é normal. Mais ter depressão é algo bastante diferente: é uma doença que exige tratamento médico e ajuda.

Como alternativa ao uso de ansiolíticos e antidepressivos, que podem causar efeitos colaterais e até dependência, alguns especialistas apontam para os fitoterápicos, que são feitos com plantas e agem de forma semelhante às drogas sintéticas. Os fitoterápicos, como todo medicamento, passam por uma série de pesquisas para comprovar sua eficácia, segurança e qualidade. Nem todos os remédios naturais já caíram nas graças dos médicos e cientistas. É preciso conhecê-los bem antes de correr até a farmácia fitoterápica mais próxima.

Mesmo sendo de origem natural, os fitoterápicos devem ser consumidos com cautela, pois as plantas possuem milhares de substâncias químicas capazes de reagir de maneira indesejada com medicamentos alopáticos comuns. A passiflora, por exemplo, que é um calmante suave, causa sonolência excessiva se combinada com outros remédios, portanto não caia no engano de pensar que as plantas são inofensivas. A orientação médica é indispensável.

Uma tristeza momentânea não é considerada depressão, esta pelo contrário acompanha a pessoa em sua vida diária e suas atitudes perante a vida. A Fitoterapia, através das plantas pode ajudar ou até mesmo acabar com a depressão, existe um grande numero de ervas que podem ser utilizadas:

Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra). Planta muito comum em farmácias, tem varias marcas de fitoterápicos sendo comercializada em todo mundo como um poderoso antidepressivo. Esta planta possui compostos chamados inibidores da monoamina oxidase (MAO), que possuem potente atividade antidepressiva. A forma de extrato é segura para uso normal em quantidades moderadas, até cerca de três xícaras de chá por dia, o uso a longo prazo ou a ingestão de grandes quantidades pode causar dor de cabeça, letargia, retenção de sódio e água, perda excessiva de potássio e pressão arterial elevada. As pessoas que utilizam regularmente inibidores da MAO, ou ervas que contêm inibidores da MAO, devem evitar certos alimentos e medicamentos, tais como bebidas alcoólicas, fumo ou alimentos que contenham conservantes. Outras ervas com a atividade inibidora de MAO são cominho, aipo, coentro, endro, erva-doce e noz-moscada.

Erva-de-são-joão (Hypericum perforatum). Esta erva tem o seu nome comum semelhante a outra espécie no Brasil, a espécie Pyrostegia venusta, planta trepadeira que possui flores alaranjadas, entretanto com propriedades medicinas diferentes. O hipérico tem uma longa história de uso popular para o tratamento da ansiedade e depressão. Estudos clínicos mostram que o tratamento com apenas um dos compostos ativos nesta erva, a hipericina, resulta em melhora significativa na ansiedade, depressão e sentimentos de inutilidade. Alguns estudos mostram que é um antidepressivo mais poderoso do que alguns medicamentos, como a amitriptilina (Elavil) e imiprimine (Tofranil). Além do mais, tem menos efeitos colaterais. Estudos também mostram que ela melhora a qualidade do sono, muitas vezes um grande problema para as pessoas que estão seriamente deprimidas, diminui a tristeza, desamparo, desesperança, exaustão e dores de cabeça. A sua utilização pode ser na forma de infusão 1 a 2 colheres de chá de ervas secas em um copo de água. É mais eficaz se a pessoa ingerir uma a duas xícaras de chá por dia durante quatro a seis semanas. Como a grande maioria das ervas medicinais, não pode ser utilizada no estado de gravidez, e deve-se evitar exposição ao sol intensa ao usá-lo, uma vez que esta erva pode tornar a pele mais sensível ao sol.

Gengibre (Zingiber officinale). Raiz que pode ser encontrada em qualquer supermercado o gengibre tem um longo histórico de uso popular para tratar ansiedade e depressão, devido principalmente ao seu efeito tônico, melhorando as funções do organismo.

Beldroega (Portulaca oleracea). Outra planta considerada invasora e combatida como tal, ajuda a combater a depressão quando ingerida crua. É rica em minerais como o magnésio e potássio que têm efeitos antidepressivos; também possui grandes quantidades de outros componentes com a mesma função como o cálcio, folato (forma natural de ácido fólico) e lítio. Esta planta contém em media 16 por cento de seu peso seco em compostos antidepressivos. Embora no Brasil não se tenha cultivo comercial desta planta ela pode ser encontrada em qualquer lugar onde possa invadir. É uma planta que pode ser adicionada à salada na nossa alimentação diária, junto com outras plantas como a alface, caruru e agrião; além do tomilho que é muito rico no lítio mineral que é antidepressivo.

Alecrim (Rosmarinus officinalis). O óleo essencial do alecrim é um dos mais utilizados entre os aromaterapeutas para tratar a depressão. A massagem com algumas gotas de óleo de alecrim diluídos em óleo vegetal ou loção para massagem, ajuda no relaxamento. Contém o composto cineol, que tem a capacidade de estimular o sistema nervoso central. Além deste óleo outros também são indicados para tratar a depressão como bergamota, manjericão, camomila, sálvia, jasmim, lavanda, néroli, noz moscada e ylang-ylang.

Ginkgo (Ginkgo biloba). Estudos têm demonstrado que o ginkgo pode ajudar a aliviar a depressão, especialmente nas pessoas idosas que sofrem redução do fluxo sanguíneo para o cérebro. É utilizado para uma ampla variedade de condições associadas com o envelhecimento, como a perda de memória e a má circulação.

Alimentos ricos em vitaminas do complexo B. Os neurotransmissores são as substâncias químicas que permitem que as células nervosas se comuniquem e funcionem corretamente. Nutricionistas sugerem a ingestão de quantidade suficiente de determinadas vitaminas do complexo B - ácido fólico e vitaminas B6 e B12 - para manter os níveis do neurotransmissor altos. Algumas boas fontes de ácido fólico são o feijão, aspargo, espinafre, brócolis, quiabo e couve de bruxelas. A vitamina B6 é encontrada em níveis altos na couve-flor, agrião, espinafre, banana, quiabo, cebola, brócolis, abóbora, couve, repolho, couve de bruxelas, ervilhas, favas e rabanetes.

Aminoácido fenilalanina. Em um estudo, mais de 75 por cento das pessoas com depressão grave apresentaram rápida melhora ao tomar suplementos de fenilalanina e vitamina B6. As quatro fontes mais ricas neste fitonutriente são: sementes de girassol, feijão, agrião e soja.



O Espaço Nirvana, maior centro de bem-estar no Rio de Janeiro, fica localizado na Praça Santos Dumont, 31 Gávea Jockey Club do Rio de Janeiro. Entrada pela Rua Jardim Botânico Tribuna A. Telefone: (21) 21870100. Ao lado do Jardim Botânico e Lagoa, e pertinho do Leblon, Ipanema, Humaitá e Botafogo.